Como reduzir pela metade as calorias no chocolate?

Na sua opinião, a conquista da América nos trouxe o paraíso ou o inferno? '' O Novo Mundo '' trouxe-nos um mundo de novos sabores: batatas (batatas fritas, batatinha), milho (pipoca, polenta) e - cacau (chocolate).

Apenas calorias, mas não boas - aquelas que nos hipnotizam e trazem um vício real. Mas ... 7 de julho é o Dia Mundial do Chocolate e seria uma pena não celebrá-lo com.... um pedacinho de chocolate. 

Para reduzir as calorias pela metade, cabe a nós cuidar. Para isso, apresentamos em primeiro lugar algumas curiosidades:

 

A dependência dura já 4 séculos

O dia 7 de julho é comemorado há 468 anos e este foi o dia em que o cacau desembarcou pela primeira vez na Europa.

Oficialmente, foi importado para a Espanha antes de 1550, mas o vício que conhecemos hoje começou apenas quatro séculos atrás.

O problema não está no chocolate, mas no açúcar

Quando Colombo trouxe cacau para a corte espanhola, eles não estavam realmente entusiasmados. Só depois de adicionar açúcar, o cacau tornou-se uma verdadeira delícia, como também a conhecemmos hoje. Então é naquela época que o vício comecou a desenvolver-se.

Uma barra contém até 550 calorias

Uma barra de 100 gramas de chocolate contém cerca de 550 calorias. E é precisamente a mistura altamente calórica que é a mais perigosa - 60% das calorias vêm de açúcares e 30% de gordura.

O chocolate escuro contém um pouco menos de açúcar, mas o valor calórico continua alto.

Para dar-lhe uma ideia mais precisa do que significam 550 calorias, temos um ótimo exemplo. 550 calorias é um quarto das necessidades calóricas diárias de uma mulher. Estas são as mesmas calorias que come enquanto toma um bom pequeno-almoço.

Uma mulher média consome em média cerca de 2000 calorias por dia (é o caso, por exemplo, de Maria, uma jovem de 30 anos, com 1,62 m de altura e 55 quilos).

 

Chocolate amargo protege o seu sistema cardiovascular

Vários estudos confirmaram os benefícios do chocolate amargo no nosso corpo. Tudo está na escolha certa: o chocolate amargo (com pelo menos 70% de cacau) é muito melhor que o chocolate ao leite.

O maior teor de cacau também significa mais fibra dietética, os minerais mais essenciais (ferro, magnésio, potássio, cobre ...) e fitonutrientes - poderosos antioxidantes que protegem e rejuvenescem o corpo (polifenóis, catequinas e outros).

O que isso significa? Isso significa que o chocolate protege o sistema cardiovascular, aumenta os processos cognitivos e melhora o humor. E justamente por isso que temos tanta dificuldade de resistir a esta delícia.

Em suma, o chocolate escuro é ótimo para a sua saúde - mas ainda é muito rico em calorias!

Se puder comer um pequeno pedaço e armazená-lo imediatamente na gaveta, não terá algum problema! Saiba, no entanto, que é uma das poucas pessoas com esse "super poder".

 

Cápsulas SlimJOY - para todos aqueles que não resistem ao sabor divino do chocolate

Se tiver problemas para resistir ao chocolate, acalme-se - isso é perfeitamente normal! Mas isso não significa que não pode ser magro.

Não precisa fazer uma hora de corrida toda vez que comer um pedaço de chocolate - basta tomar uma cápsula de SlimJOY.

Com os seus ingredientes activos naturais, funciona exactamente onde mais precisa: bloqueia a absorção de gordura em 58% e dos açúcares em 54%.

As 550 calorias de chocolate ao leite tornam-se assim 275 calorias. Ótimo, não é? Um excelente motivo para celebrar o Dia Mundial do Chocolate!


Produtos para si

QUEIMADOR DE GORDURA DA BARRIGA
-60%
Preço especial 19,90 € Preço regular 49,80 €
Ver produto
QUEIMADOR DE GORDURA
-66%
Preço especial 23,90 € Preço regular 69,60 €
Ver produto